Loading...

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Máscaras egípcias

          
           
            As crenças dos antigos egípcios não eram concentradas apenas em seu cotidiano, mas também na perspectiva da vida após a morte. Crendo neste tema como seu principal ideal de caráter religioso, os egípcios utilizavam da arte para melhor expressarem suas idéias sobre tal tema, como por exemplo, o embalsamento dos corpos de seus principais faraós e reis. Mas iremos melhor detalhar, neste blog, a arte usada por tais egípcios para preservar o rosto de seus faraós, as máscaras.  

Os egípcios acreditavam que preservar o corpo na morte pelo processo de mumificação era importante para manter sua alma em vida - sem um corpo físico a alma não tinha lugar para morar -. As antigas máscaras mortuárias egípcias foram usadas ​​para cobrir o rosto de múmias e assegurar que o espírito da pessoa morta fosse capaz de reconhecer o corpo.  Máscaras mortuárias eram feitas de linho ou papiro e pintado para parecer ouro.  A finalidade das máscaras da morte, sepultamento ou máscaras, era fornecer os mortos com o rosto na outra vida. máscaras mortuárias foram feitas para homens e mulheres egípcias.

              Os antigos egípcios também faziam uso de máscaras durante cerimônias e rituais sagrados. A religião dos antigos egípcios era extremamente importante para eles e tocou todos os aspectos da sua vida. Templos foram considerados as moradas dos deuses e as estátuas dos deuses eram consideradas como a reencarnação do deus, daí a oferta de alimentos e bebidas. Sua religião era cercada de mistério - só os sacerdotes e o faraó tinham permissão para entrar nos templos. Sua religião também foi cercada pela magia. Sua visão do sub-mundo foi aterrorizante. A necessidade de introduzir o “pós-vida eterna” era primordial. máscaras egípcias foram utilizados durante as cerimônias e rituais sagrados e aumentou os níveis místicos e do medo que cercava sua religião. Os rituais da morte dos egípcios incluíram um sacerdote usando uma máscara de chacal,  representando o deus Anúbis. Outras máscaras, refletindo as imagens de outros deuses e deusas, também foram utilizados em rituais de magia, feitiços e encantamentos.

            Essas máscaras eram grandes, sendo mais alto que a cabeça do usuário. Elas eram usadas ​​sobre a cabeça e cobriam parte dos ombros do sacerdote. O focinho e orelhas levantadas da cabeça do chacal eram erguidas sobre a cabeça deles. Mas a utilização dessas máscaras de rituais da morte com a feição de Anúbis, o deixaram com um caráter ruim para aquela época, distorcendo assim a imagem que os egípcios tinham dele.
       

Nenhum comentário:

Postar um comentário